Governo de São Paulo ocupa penúltima posição do Ranking de transparência em contratações emergenciais durante pandemia


← Voltar para as Notícias




Postado em 21 de maio de 2020 às 9:15


O governo de São Paulo está entre os menos transparentes na divulgação dos contratos emergenciais feitos durante a pandemia de Covid-19, mostra ranking inédito divulgado nesta quinta-feira (20) pela Transparência Internacional.
Espírito Santo, Distrito Federal, Goiás e Paraná aparecem com uma avaliação ótima.

A ONG analisou os sites, redes sociais e portais de transparência dos governos de todos os 26 estados e do Distrito Federal e de todas as 27 capitais.

O resultado indica que boa parte dos governos estaduais e municipais não está cumprindo as exigências da Lei Federal nº 13.979/2020 , que regulamentou as medidas para enfrentamento da emergência de saúde pública decorrente da pandemia do coronavírus e exige transparência nas contratações emergenciais.

Ao não dar transparência aos contratos feitos sem licitação, os governos dificultam a fiscalização e impedem que a sociedade veja como o dinheiro público está sendo usado durante a pandemia do coronavírus.

Nenhuma descrição de foto disponível.
Nenhuma descrição de foto disponível.